Image default
Games Noticias Reviews

[Review] Cuphead

Cuphead é um jogo desenvolvido pelo estúdio MDHR e distribuído pela Microsoft Studios, é de gênero Run and Gun/Plataforma onde toda a ação e gráficos foram inspirados nos desenhos animados da década de 1930, deixando isso bem claro pelo seu design característico, onde tudo é muito colorido e animado, mas ao mesmo tempo é macabro graças a sua narrativa. Cuphead  chega a lembrar vários jogos como por exemplo Metal Slug e Mega Man, pelo formato 2D e jogabilidade no estilo plataforma.Os protagonistas do jogo são irmãos que buscam aventuras em Inkwell Island até que o inesperado acontece e eles se veem obrigados a passar por diversos perigos e chefões para salvar suas vidas. O jogo foi um sucesso, chegando a vender mais de 2 milhões cópias,  lançado dia 29 de Setembro como um exclusivo de Xbox One e PC.

BRINCANDO COM O DIABO

Cuphead e Mugman são dois irmãos que moram em Inkwell Island. Um dia eles  saíram e se afastaram demais de sua casa, encontrando o cassino do Diabo, onde ficam encantados e começam a jogar sem parar ganhando todas as partidas do cassino e com isso chamando a atenção do King Dice, gerente do cassino. Com a chegada do Diabo(dono do cassino), ele oferece uma proposta para os dois irmãos que caso eles ganhem a partida eles poderiam ficar com todo o lucro do cassino, mas caso contrário eles teriam que dar suas almas para o Diabo. Cuphead aceita sem ao menos pensar na segunda parte da proposta colocando assim literalmente sua vida e a de seu irmão em jogo fazendo com que o jogador tenha que correr “na pele” do personagem para salvar a alma dos dois.

Cuphead apresenta uma história simples porém envolvente em certos pontos do game, ao decorrer do jogo sentimos que ela não pesa tanto pelo fato que o game consiste em nos colocar em diversas lutas, uma mais difícil que a outra, deixando assim o jogador preocupado com os movimentos que o boss aplicará em sua batalha, mas um ponto forte que deixa os jogadores curiosos e é ai que entra a parte de ´´certos pontos do game´´, é que durante a gameplay ficamos nos perguntando o que acontecerá com os irmãos e se essa aventura realmente valeu a pena e pelo fato de tantos personagens serem apresentados ao longo da gameplay a curiosidade é despertada ainda mais e o jogador se vê como responsável para ir até o fim e assim descobrir o que irá acontecer com as almas desses personagens, essa curiosidade ocorre pois o game não explica a origem de nenhum dos chefes, ele simplesmente os coloca para batalhar contra os irmãos fazendo com que. O e queira descobrir mais sobre os chefões que derrota, sendo o único objetivo desses chefões derrotar Cuphead e Mugman para que a alma dos irmãos seja levada ao Diabo, coisa que temos que impedir.

BACK TO THE PAST

Cuphead é um desenho animado jogável, onde personagens criados e desenhados a mão criam vida, o realismo deixa o ambiente do jogo fluir de maneira pouco vista em jogos hoje em dia, deixando assim uma sensação de comodidade em relação aos acontecimentos gerados pelo game enquanto jogamos, lembrando muito também as animações da Disney dos anos 30 deixando claro suas referências a outras animações também dessa época, isso fica bem claro pela aparência dos personagens como a Hilda Berg(BOSS) inspirada na Betty Boop, como por exemplo também o capitão Briny inspirado no Brutus e um último exemplo Werner e seu gato robô inspirado no Tom e Jerry, essas inspirações são muito claras pelas formas que esses personagens são abordados, deixando o jogador com um sentimento de simpatia e carinho pelos personagens sem ao menos conhecer eles direito.

O jogo se passa em Inkwell Island onde existem diferentes partes desta ilha que são chamadas de Inkwell Island I, II, III  e uma última parte que é onde tudo irá fazer sentido. As 4 diferentes partes da ilha embora tenham um estilo gráfico semelhante, acabam sendo bem diferentes uma das outras, seja pelo cenário de fundo ou pelos tipos de inimigo que você encontra nessas partes da ilha, fazendo com que você não sinta cansaço e nem repetição durante o jogo.

JOGABILIDADE

O jogo nos trás um sistema de compras de itens através de uma moeda que ganhamos durante as diversas fases do jogo, com essas moedas podemos comprar diferentes tipos de “munição” que causam diferentes tipos de danos e saem em diferentes formatos, lembrando que só podem ser utilizados 2 tipos de “munição” por fase, outras coisas que podem ser compradas na loja são as Super Art e também habilidades diferenciadas para o personagem, como: Heart, P.Sugar e Smoke Bomb. Heart lhe oferece uma vida extra, já com o P.Sugar o personagem adquire a habilidade de pular dando o parry automaticamente e por fim o Smoke Bomb que ao meu ver é a melhor habilidade do jogo, pois ele modifica seu dash fazendo com que o personagem desapareça durante um ataque inimigo e apareça na direção onde o dash foi utilizado, deixando assim a habilidade de esquiva mais fácil de ser utilizada.

Já o Super Art é o especial que temos no game, existem 3 variações desse especial, sendo que uma dessas variações já está inclusa em nossos personagens (que para mim é a melhor Super Art do game), já as outras duas temos que comprar na loja do jogo, podemos apenas utilizar esse especial quando ganhamos 5 cartas durante a fase que é adquirida com base nos tiros acertados nos inimigos. A primeira Super Art se chama Milk Beam (feixe de leite) usando o leite de suas cabeças Cuphead e Mugman derrama-o como um feixe horizontal que causa um dano considerável no inimigo, já a segunda se chama Invincibility (invencibilidade) faz com que os irmãos se transformem em uma cabeça gigante deles próprios e depois que essa cabeça gigante desaparece deixa os personagens de ouro e invencíveis por alguns segundos antes de voltarem a sua forma original, e por último, mas não menos importante temos o Giant Ghost(fantasma gigante) onde os personagens enviam suas almas para fora dos seus corpos, gigantes e muito musculosos,  ele danifica inimigos próximos por aproximadamente 10 segundos antes de desaparecer, lembrando que o fantasma vai na direção em que o personagem estiver.

OBS: Caso esteja jogando em co-op, se um personagem apenas conseguir as 5 cartas e ele ativar a Super Art, apenas ele irá se beneficiar do especial.

O jogo nos oferece de início apenas um tipo de munição para os tiros, e uma Super Art. Existe no game dois tipos de chefes, o primeiro tipo são os chefes que enfrentamos em terra firme, onde podemos correr, abaixar, pular, atirar e esquivar, já a segunda categoria lutamos contra eles no céus por meio de um avião onde podemos atirar, desviar e se locomover com ele, lembrando que são chefes específicos onde utilizamos essa espécie de avião. Quando estiver enfrentando um boss, caso morra por um determinado golpe que ele tenha usado, quando voltar a batalhar com esse mesmo boss ele usará golpes diferentes obrigando o jogador a decorar todos os golpes que um chefão pode usar em sua fase para assim ser possível vencer.

É possível jogar com mais um player, que no caso irá jogar como Mugman, porém não existe modo online, Cuphead tem apenas o co-op local, para quem quer diversão em dobro e ajuda para passar as fases é uma boa aposta. Lembrando que o game apresenta 3 níveis de dificuldade.

Além de trazer gráficos vintage, o jogo traz uma dificuldade que também lembra a de jogos antigos, e que também è outro fator que fez com que Cuphead se tornasse tão popular,  por ter uma dificuldade acima da média dos jogos atuais faz com que o jogador morra várias e várias vezes até decorar e pegar o jeito da fase,  o que muitos se enganam (eu me enganei também)  è que você pegando o jeito de uma fase, você acha que a próxima é bem mais fácil, e è ai que você se engana e morre o dobro de vezes cada vez que joga. Com isso podemos concluir que sua dificuldade não è nada amigável e não condiz com os jogos atuais, assim pegando muita gente de surpresa, achando que só porquê è animado è para criança e esse è o seu maior erro.

OBS: Morri mais de 1500 vezes no jogo 🙁

TRILHA SONORA

Os sons apresentados no jogo anda de mãos dadas com o tema que o game aborda, deixando assim quase com vida própria, as músicas de estilo Jazz são marcantes e além de ter uma boa escolha, apresenta também uma variação entre as fases que deixa o jogador com aquela sensação de quero mais. Os efeitos sonoros dos tiros são viciantes e não incomodam em momento algum, mesmo com várias munições diferentes eles souberam escolher bem os sons que os tiros fazem, bem como também os efeitos emitidos pelos inimigos e suas habilidades usadas contra nós no game, deixando assim uma lembrança boa de cada fase e chefe que enfrentamos.

Segundo o estúdio MDHR a produção da trilha sonora do jogo contou com uma equipe de 42 músicos para executa-lá, são ao todo 56 faixas que variam entre o Jazz e Ragtime, o estúdio também produziu um disco de vinil para a trilha e postou um vídeo em seu canal do youtube mostrando o processo de produção da trilha sonora.

CONCLUSÃO

Cuphead é a prova viva de que nem tudo que é animado é para crianças, longe disso. O game é para gamers de longa data que estão acostumados com vários estilos de jogos e dificuldades, deixando assim o jogador casual com um pé atrás para adquirir o jogo já que poderá adquirir frustração ao jogar,pois nem os gamers de longa data irão se dar bem no jogo que oferece dificuldade acima da média. Com visual incrível e músicas marcantes  jogo está disponível apenas para Xbox One e PC e praticamente garante uma continuação.

Comentarios

Noticias Relacionadas

iPad 3 é lançado, confira aqui as novidades

Vinicius Eloy Bailo

[Vídeo] Retrospectiva de 2013 em 1 minuto

Oque as grandes empresas fizeram de protesto contra o SOPA